Exposições Caninas

Atualizado: Jul 13



o que é? A Exposição canina é uma modalidade desportiva onde os clubes cinófilos juntam criadores e proprietários de variadas raças, para que cada exemplar seja avaliado. As exposições são organizadas por diversos critérios com o objectivo de premiar os cães que mais se aproximam do estalão definido para cada raça. Uma exposição canina tem sempre muitas actividades que decorrem ao mesmo tempo e há um constante funcionamento de vários tipos de pequenos eventos. Para além do seu objectivo principal, existem também tendas de venda de produtos, mesas de grooming, entre outras actividades com objectivos filantrópicos. Os cães inscritos nas exposições são avaliados fisicamente pela opinião de um juiz, que concederá, de acordo com o estalão da raça, o prémio ao exemplar que se destacar pela sua "tipicidade", qualidade, movimento e equilíbrio, tanto físico como temperamental. ​

qual o objetivo? As exposições caninas são atividades desportivas regidas por regulamentos pré-definidos, seguindo uma sequência lógica e prática para que todos os expositores possam participar com condições de igualdade. Para criadores, as exposições são uma oportunidade de obter uma opinião por parte de um juiz qualificado, que lhes dará indicações se está num caminho certo no seu plano de criação.

Outro objetivo importante, é a divulgação das raças, de forma a oferecer maior conhecimento sobre elas. As exposição caninas proporcionam, também, um momento de troca de experiências entre criadores e a oportunidade de melhor trazer para o público este vasto conhecimento de cada raça. Pode-se participar por várias razões. Pela divulgação do nome (afixo) do canil, para apresentar o fruto de um trabalho de seleção e aprimoramento genético, pela divulgação dos clubes cinófilos ou até pelo simples gosto pela competição. As exposições geram empregos, divulgam produtos e serviços especializados para cães e incentivam o turismo e o comércio local (como hotéis, restaurantes, serviços, etc.). ​

quem pode participar? Pode participar qualquer cão de raça pura que tenha pedigree ou LOP (equivalente português ao termo pedigree). O LOP (Livro de Origens Portuguesas) trata-se de um documento que certifica que o cão é de determinada raça. No LOP encontraremos a ascendência do cão até à terceira geração, confirmando-se que todos eles são da mesma raça. O LOP é a única forma de provar que o animal é e raça.

Como Funciona? No julgamento, os cães são divididos por raças, por sexo (fêmeas e machos) e em classes. As classes dividem-se por faixa etária e pelos títulos já obtidos pelo exemplar. ​ Após o julgamento da raça, os cães vencedores concentram-se em grupos, conforme a função que desempenham e para que foram criados: – 1° Grupo – Pastores e Boiadeiros, exceto os Suíços – 2° Grupo – Pinscher, Schnauzer, Molossos e Boiadeiros Suíços – 3° Grupo – Terriers – 4° Grupo – Dachshunds – 5° Grupo -Spitz e Primitivos – 6° Grupo -Hounds e Rastreadores – 7° Grupo – Cães de Apontar – 8° Grupo – Levantadores, Retrievers e de Água – 9° Grupo – Cães de Companhia – 10°Grupo – Lebréis, Galgos e raças assemelhadas – 11º Grupo – Raças nacionais/estrangeiras não reconhecidas pela FCI (exposições Internacionais)

FASES 1° Fase Classes obrigatórias: ​ Classe de BEBÉS Destinada a todos os exemplares de 4 a 6 meses de idade à data do julgamento. ​ Classe de CACHORROS Destinada a todos os exemplares de 6 a 9 meses de idade à data do julgamento. ​ Classe de JUNIORES Destinada a todos os exemplares de 9 a 18 meses de idade à data do julgamento. ​ Classe INTERMÉDIA Destinada a todos os exemplares de 15 a 24 meses de idade à data do julgamento. ​ Classe ABERTA Destinada a todos os exemplares a partir de 15 meses de idade à data do julgamento, excepto os Campeões Nacionais de Beleza (Ch. Port.). Nesta classe podem ainda inscrever-se os Campeões de Beleza de outros países e Campeões Internacionais (Ch. Int.). ​ Classe de TRABALHO Destinada a todos os exemplares a partir de 15 meses de idade à data do julgamento, desde que já tenham sido classificados em Provas de Trabalho e façam prova desse facto, com certificado (obrigatório) da F.C.I., emitido pela organização canina nacional do país de residência do proprietário actual, homologado de acordo com os regulamentos da F.C.I. ​ Classe de CAMPEÕES Destinada a todos os exemplares a partir de 15 meses de idade à data do julgamento, que se inscrevam nesta classe e façam prova do título de Campeão de Beleza homologado por entidade reconhecida pela F.C.I. ​ Classe de VETERANOS Destinada aos exemplares a partir de 8 anos de idade à data do Julgamento. ​ Classes facultativas: Classe de REPRODUTORES Destinada aos exemplares que se façam acompanhar, no acto do julgamento, por um mínimo de três e um máximo de cinco dos seus filhos. ​ Classe de PARES Destinada a dois exemplares de sexos opostos da mesma raça e variedade, pertencentes ao mesmo expositor. ​ Classe de GRUPOS DE CRIADOR Destinada a um mínimo de três e um máximo de cinco exemplares da mesma raça e variedade, criados pela mesma entidade (afixo), ainda que pertencentes a diferentes expositores. ​ Todos os exemplares inscritos numa classe facultativa deverão estar inscritos previamente numa classe obrigatória. Não é permitido a inscrição simultânea de mais de uma classe obrigatória: Classes que disputam o C.A.C.: Intermédia, Aberta e Trabalho. Classes que disputam o Prémio de Raça: Juniores, Intermédia, Aberta, Trabalho, Campeões e Veteranos. 2° Fase Os vencedores de raças disputarão, dentro de seu grupos (acima descritos), os 3 cães melhores deste grupo. O cão vencedor do 1° lugar de Grupo poderá disputar os restantes vendedores de 1º lugar dos restantes grupos, ao título de Melhor da Exposição. Ou seja, os 10 melhores cães de seus respectivos grupos competirão numa final chamada e conhecida por Best in Show. ​ 3° Fase Esta é a fase mais esperada pelos participantes e organizadores pois serão escolhidos os três melhores cães de toda a competição. Destes três finalistas, apenas um ganhará o “Best in Show”.

quem organiza? ​ Em Portugal, as exposições são organizadas pelo Clube Português de Canicultura (CPC), órgão máximo orientador pela criação de todas as raças puras no território nacional. O CPC pertence ao FCI - Fédération Cynologique Internacionale. Cada país membro realiza exposições internacionais de beleza, bem como competições internacionais de trabalho, eventos de caça, competições de agilidade e obediência, corridas e provas e testes para cães de rebanho. Se um cão for detentor de um determinado número de vitórias, poderá conseguir o título de Campeão Internacional. A FCI é composta por três seções : Europa, Américas e Caribe - Ásia, África e Oceania. A FCI garante reconhece os juízes e pedigrees dentro dos seus países membros. Os países 'proprietários' de determinadas raças estabelecem o padrão da mesma (descrição detalhada do tipo ideal de raça) - em colaboração com as Normas e Comissões Científicas da FCI. Estes padrões são a referência sobre a qual todos os juízes se baseiam quando examinam cães durante exposições. Também são os padrões seguidos pelos criadores ao tentar produzir cães de qualidade superior.


9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Agility